Secretária do prazer.

Caros eleitores hoje vou contar para vocês algo que me deixou super excitada e louca de desejo por um sexo selvagem, nunca imaginei em conhecer alguém que, só com as palavras já me excitava, ele dizia coisas que a minha imaginação e o meu corpo ficavam à mil.

Eu sou uma mulher morena de cabelos longos e o corpo em forma, uma bunda grande, seios médios e duros, boca carnuda, um conjunto que acaba chamando a atenção e os olhares de cobiça dos homens, especialmente para a minha bunda e como eu fazia academia tinha um corpo malhado mesmo.

Pois bem esse homem não era tão bonito e não tinha um bio físico que me seduzia assim de cara mas ele tinha o dom de falar coisas que mexiam com a minha cabeça e me torturavam, pois imaginava fazendo de tudo com ele.

Uma vez, estávamos em seu escritório separando papéis para ele assinar, quando ele entrou e começou a falar aquelas coisas gostosas de se ouvir e eu para provocar mais ainda a situação sempre usava uma calça bem apertada que realçava bem a silhueta da minha bunda e sempre escolhia uma blusinha bem sexy para mostrar a minha barriga e os meus seios que ficavam durinho só com seu olhar.

Estava ansiosa para escutar e imaginar algo excitante, como não estava sozinha me sentia protegida, pois tinha medo de demonstrar que estava adorando e, pior, que estava doida para fazer tudo aquilo que ele dizia em tom bem alto, pois ninguém ligava porque ele sempre falava as coisas em tom de brincadeira.

Ele começou elogiando a minha amiga que estava sexy com o cabelo solto mas de repente ele olhou para a minha bunda e foi se chegando cada vez mais perto, passou a mão discretamente e falou me bem baixinho:

“Que gostoooso….”.

Ouvir aquilo deixou a minha libido à mil, naquele instante eu descobri que eu desejava ardentemente trepar com aquele homem, queria sentir seu pau na minha boca, sentir a sua mão tocar na minha buceta e depois me dar uns tapas na minha cara e me colocando para mamar sua pica… mas voltei à realidade e sai da sala toda molhadinha.

O dia passou rápido e na hora de irmos embora ele saiu na frente, pois tinha um jantar para ir, minha amiga me pediu que eu fechasse o escritório para ela, pois ela estava atrasada, tinha que pegar seus filhos na casa da sua mãe.

Despedi me dela e ali fiquei, me arrumei lentamente e em seguida fui em direção à porta, dei de cara com o meu chefe. Nossos corpos se encontraram, senti o seu perfume e o toque de sua mão evitando o choque frontal, “que mão pensei comigo…“.

Só lembro que ele desculpou-se, me largou e foi em direção à sua mesa, abriu a gaveta e pegou alguns documentos… Claro que enquanto ele pegava comecei a notar seu corpo que agora estava cheiroso e transpirando uma sexualidade louca passei a mão sobre a calça que vestia e notei que a minha buceta estava molhada e meus seios estavam pontudinhos.

Quando ele já estava se despendido de mim novamente acabei falando algo que mudaria a minha vida:

“Já vai….sem falar nada da minha bunda…”

Ele parou na porta deu um sorriso olhou nos meus olhos e respondeu:

“Já falei hoje que ela está gostosa…”

Peguei rapidamente na sua mão e perguntei se ele queria apertar e sentir como ela estava durinha, ele se virou por completo na minha direção e perguntou:

“Tem certeza que só quer que eu alise a sua bunda…?”

Sem me deixar responder ele já foi desabotoando a minha calça e com olhar fixo nos meus olhos foi enfiando a mão para dentro dela até chegar na minha buceta. Senti um choque percorrer todo o meu corpo quando um dedo tocou no meu clitóris e o outro penetrou de leve na minha buceta, enfiando tres dedos na minha buceta disse:

“Você está toda molhadinha acho que vou ter que cuidar disso logo…”

image host

Vi a sua pica saltar para fora da sua calça, abaixei me e tratei de deixar aquele pica completamente exposta para mim, como era lindo!! Ele tinha razão quando falava que seu pau era tudo de bom, grosso e grande, bem branquinho, a cabeça era vermelha, e sem pestanejar enfiei tudo aquilo na minha boca enquanto uma das minhas minhas mãos acariciava o seu saco.

Que delicia sentir aquela pica em minha boca, as mãos dele deslizavam em minhas costa e a minha cabeça fazendo o movimento vai e vem, fiquei louca e comecei a chupar com mais rapidez, num movimento rápido ele me ergueu e pediu que deixasse ele sentir o gosto da minha buceta.

Levou me então até a sua mesa, colocou em cima dos papeis de trabalho, abaixou minha calça, não fez questão nem de tirar a calcinha que ele achou uma graça e quis puxar com os dentes, ali ele enfiou a língua tão fundo que senti o calor pulsar dentro de mim e com sua mão ele apertava o biquinho do meu seio, me xingava de tudo, desde biscatinha até minha putinha, que delicia escutar aquilo!!

A língua quente dentro de mim, fazia a dança do vai e vem, lambeu meu cuzinho, senti a sua saliva quente entrar dentro do meu cuzinho.

“Minha vadia…” – ele falava – “Agora você vai sentir o que é uma pica entrar gostoso nesse teu rabo tesudo pois adoro fuder em rabinho desprotegido assim…”

image host

Enfiou um dedo primeiro, alargando, depois com toda força arrombou de uma vez o meu rabinho, dei um grito de puro prazer enquanto fazia o movimento vai e vem, ele sussurava em meu ouvido:

“Esta gostando sua putinha…. minha putinha querida…” – nesse momento comecei a bater com força em sua bunda dando sinal que queria sentir tudo dentro de mim.

Numa troca rápida ele deixou meu cuzinho e enfiou na minha buceta com mais força ainda, ele me ergueu e com seu pau enfiado em mim, sentou em uma cadeira, fiquei sentada em cima do seu pau, dancei gostoso, me levantava e descia rapidamente, logo senti o primeiro jato de porra sair pois ele deu um gemido tão gostoso e olhando nos meus olhos fixo puxou meu cabelo para traz falou:

“Vou te comer mais e mais até eu me esgotar minha biscatinha…!!!” – e deu um tapa na minha cara que me enlouqueceu, tirou o pau da minha buceta cheio de porra, ajoelhou e começou a lamber.

image host

“Quero sentir sua buceta agora… goza para mim vadia…” – enfiou a língua tão fundo que não me agüentei e gozei na sua cara, ele se melou todo, notei que seu pau ainda estava duro, me jogou no chão e com toda força me colocou de quatro, abriu a minha bunda com duas mão, deu duas cuspidas e meteu seu pau com tudo no meu cuzinho.

Dei um grito de tanto prazer, puxou meu cabelo para traz e assim começou a fazer novamente o movimento vai e vem, depois ele deitou se sobre a minha costa e enfiou três dedos dentro da minha buceta que já estava molhadinha e pronta para outra.

Trepamos a noite inteira…..com pedido de mais …..e assim foi por trés anos quando fui embora da cidade… agora tenho que ir pois conheci um novo chefe….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s