Meu marido viajando e meu tio me visitando.

Desde muito nova eu sempre gostei de homens mais velhos. Comecei minha vida sexual bem cedo, porque com 13 anos eu perdi minha virgindade com um namoradinho ficante já no segundo grau. Como todos os meninos da escola tinham mais ou menos a minha idade, eu os achava muito imaturos. E com 14 anos eu... Continue lendo →

Anúncios

Dona Flor.

Eu, Paula, tenho 35 e ele, Mario, 40 anos. Não somos super nada, apenas pessoas normais com peso e altura proporcionais. Casados há 15 anos, eu tinha, naquela época, 20 e ele 25. Mesmo não sendo tão jovem casei-me virgem. Ele já tinha transado umas poucas vezes com prostitutas e uma namorada. Eu tive uns... Continue lendo →

Jéssica, minha amante novinha.

Jéssica era uma secretária novinha que tínhamos no escritório da filial da nossa empresa. Apenas para descrevê-la, branquinha, com os cabelos negros longos, olhar infantil, 19 anos, 1,69 m, pernas lindas e corpo torneadíssimo. Verdadeiramente só a percebi quando minha sócia me ligou pedindo que chamasse sua atenção devido às roupas que usava, como raramente... Continue lendo →

Letícia, o pecado mora ao lado.

Meu nome é Pablo, hoje tenho 26 anos, estou de pau duro nesse momento em que escrevo, só de pensar nela, uma loira chamada Letícia, linda charmosa, cheirosa, super feminina e com todos os atributos de uma linda mulher. Sou casado há cinco anos, mas tenho dois vício que adquiri desde a adolescência e que... Continue lendo →

Dei pro meu cunhado.

Meu nome é Yasmim, sou loira, 1,70 m, com peitos gostosos de bicos rosados e uma cintura fina que deixa minha bunda mais redondinha ainda. Tenho 102 cm de quadril e sou muito putinha. Amo dar. Amooo pica que fode trinta minutos e até mesmo uma boa buceta. Sexo é vida! Meu pecado é a... Continue lendo →

Brincadeira perigosa.

Como explicar um desejo? Não sei nem mesmo se era um desejo. Talvez curiosidade? Desde pequena sempre fui muito curiosa, olhava tudo ao meu redor, escutava tudo e a todos, os cochichos, os murmúrios. Morava no interior e tudo era muito silencioso, mas ao mesmo tempo muito barulhento. Escutava-se um grilo, um assovio a 100... Continue lendo →

Trepando gostoso com o meu vizinho coroa.

Meu nome é Marcela, 32 anos, solteira, morena com cabelos curtos, porém cacheados, seios de tamanho médios e uma bunda um pouco arrebitada. Estudo e pratico esportes, sou personal trainner e caminho diariamente no condomínio que moro. Sempre que vou fazer a minha caminhada pela manhã encontro um vizinho que me olha com uma cara... Continue lendo →

Lembranças.

Estava com 18 para 19 anos, segundo ano do curso de Administração de Empresas, férias de final de ano, meu pai insinuou que poderia dar uma ajuda na fazenda de um compadre dele, quase irmão; fizeram segundo e terceiros graus juntos e estudaram na mesma faculdade, meu pai economia e Renato, agronomia, já que herdaria... Continue lendo →

O inferno de Alicia.

Alicia não queria ficar sozinha em casa quando seus pais fossem sair. Ela era muito linda. Seus pais saíram e voltariam tarde da madrugada, pois tinham ido a uma festa na casa de um amigo. Alicia esperou alguns minutos e ligou para um amigo mais velho. - "Robson?!" - "Alicia?!" - "Sou eu mesma. Estou... Continue lendo →

Minha prima Gabi.

Minha Tia Cláudia ofereceu a casa dela para que eu pudesse passar uns dias enquanto fazia as provas do Vestibular. Nunca estive em São Paulo, mas por sorte, um taxista muito gente boa, me deixou exatamente na porta da casa da Tia Cláudia. Toquei a campainha e fiquei aguardando, até que para minha surpresa surgiu... Continue lendo →

Janela indiscreta.

Descobri que da área de serviço do meu apartamento eu podia ver a minha vizinha tomando banho. Foi por acaso, a preguiça era tanta que eu joguei a roupa suja na direção do tanque, só que ela caiu no chão e eu tive que ir lá juntar e colocar dentro do tanque. Quando me abaixei... Continue lendo →

Fátima, a insaciável.

Conheci Fátima casualmente, 1,75 m, uma mulher exuberante com um corpo maravilhoso, uma boca gostosa, cabelos abaixo dos ombros e encaracolados, e, um olhar hipnotizante. Eu estava sentado num murinho quando Fátima se aproximou e perguntou por um amigo dela que havia marcado de esperá-la justamente naquele local. Disse a ela que já estava ali... Continue lendo →

A perseguida.

Júlia entrou no vagão um pouco ofegante porque precisara correr para não perder o metrô. Já sentada e com a respiração voltando ao normal, ela deu uma olhada ao redor. Notou o vagão quase vazio. Tirou da bolsa um livro, ajeitou os óculos e procurou a parte do romance onde parara na última leitura. Um... Continue lendo →

Curiosidade Anal.

Em nossas conversas, minhas amigas e eu sempre falamos sobre sexo! Aliás, este é um assunto que não pode faltar em nossa rodinha de bate-papo. O assunto predileto de Cintia é sexo oral. Ela adora pagar um boquete nos rapazes. Não pode ver uma pica à sua disposição que logo cai de boca. No entanto,... Continue lendo →

Não posso ser de um só.

Não vou mentir, podia até parecer que meu namoro com Jorge era perfeito, apesar de me sentir bem com ele eu tinha enormes conflitos em minha cabeça, Jorge era a pessoa que me ouvia e me dava conselhos fraternais em um momento da vida que me perdia nas minhas safadezas, transava com homens e mulheres,... Continue lendo →

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: