O suor de Juliana.

Já a tinha visto várias vezes na academia, apesar das trocas de sorrisos simpáticos, nunca tínhamos tido oportunidade de falar um com o outro. Seu nome era Juliana, uma morena de 1,73 kg, olhos castanhos e cabelos longos, uma beleza que parava toda a academia. Estava sempre com um macaquinho de malha colado ao corpo,... Continue lendo →

Lembranças de um passado distante.

O fato que vou narrar aconteceu num passado distante, quando eu tinha apenas dezoito anos de idade. Numa noite fria de junho eu havia acabado de chegar de uma igreja evangélica onde tinha ido pela primeira vez, a convite de uma amiga da faculdade. A casa estava vazia, meu pai que era tenente do corpo... Continue lendo →

Doce Vingança.

Sou conhecido por JB e casado com Cláudia a quem conheço desde criança, nossos pais eram vizinhos, crescemos juntos, namoramos, noivamos e, por fim, casamos. Cláudia é uma mulher belíssima, um corpo magro e uma bundinha empinadinha, transávamos como loucos, em qualquer lugar, ate em cima de um viaduto em construção nós já transamos. Assim... Continue lendo →

A noite que mudou minha vida.

Meu nome é Gaby, tenho 28 anos. Eu namorei um cara há cinco anos atrás, mas não deu muito certo e terminamos, o nome dele é Rodrigo. Ele era de outra cidade e acabou voltando pra lá. Para minha surpresa, um belo dia, ele apareceu na casa do meu pai que é muito amigo da... Continue lendo →

Adoro ser a amante.

Recordo me muito bem desse dia. Eu já tinha combinado com meu patrão, o Leno, de quem eu era amante, de nos encontrarmos em um determinado hotel de São Paulo. Eu iria alegar serviços externos no setor e ele estaria em reunião com clientes. Acordei de manhã, um café gostoso, um papo informal com minha... Continue lendo →

Esposinha sem juízo.

As duas mulheres tomavam a sopa em silêncio. Verônica evitava olhar nos olhos da sogra. - Você não disse como está sua amiga doente! - a velha rompeu o silêncio .- Bem melhor, D. Juliana! - respondeu com um sorriso sem graça após engolir uma colherada de sopa que lhe custou a descer garganta abaixo.... Continue lendo →

Matando a saudade.

Já havia terminado meu relacionamento de 3 anos há alguns meses, quando Pedro apareceu. Pedro foi o cara com quem eu perdi minha virgindade aos 15 anos – ele tinha 25 na época – uma transa muito gostosa, movida pela curiosidade e pelo desejo de sentir prazer. Ele não é muito alto – somos quase... Continue lendo →

Comi a evangélica casada.

Todo homem tem paixões adolescentes que ficaram no passado, muitas com ares platônicos, que teimam em retornar sem aviso. Vou contar sobre uma que tive a oportunidade de concretizar muitos anos depois. Sou moreno claro, olhos e cabelos castanhos escuros, 27 anos, 1,72 m, 65 kg e corpo definido – gosto de me exercitar, por... Continue lendo →

Quando fico no cio.

Eu quando entro no cio, vários pensamentos sacanas tomam conta da minha cabeça. Deixo esses sonhos e pensamentos tomarem conta de mim até molharem a minha calcinha. Passo as minhas mãos pelo meu corpo todo e brinco com os meus buraquinhos no banho imaginando ser objeto do desejo e tal. Na rua, quando percebo algum... Continue lendo →

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: